Liga Mur

… uma cambada de tolos …

«Vão salvar o quê?»

O Sport Lisboa Benfica já tem o plano para reestruturar o grupo e salvar as contas. Na Assembleia Geral, que decorrerá na próxima terça-feira dia 15, o clube vai levar à discussão um pacote de iniciativas que vão resultar num reforço da posição accionista – directa e indirecta – do clube na Benfica SAD para 68%. No final do processo, a SAD pode decidir avançar para a compra da empresa que gere o Estádio da Luz.
No entanto, estas medidas implicam que o passivo do clube encarnado dispare para 246,8 milhões de euros, de acordo com um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).
Em traços gerais, o clube vai aumentar o capital da SAD em géneros, através da transferência de uma parte do capital da Benfica Estádio. No fim da linha, o reforço dos capitais próprios será de 40 milhões de euros, retirando a SAD da situação de falência técnica em que se encontra.
Depois, a SAD vai comprar o restante da Benfica Estádio ao clube, ficando a dever dinheiro ao Benfica, uma operação que resulta no aumento do passivo da empresa cotada em 68,2 milhões de euros.
Neste negócio, as acções da SAD estão avaliadas em 5 euros cada. Um valor que fica muito acima daquele negociado esta quinta-feira na Euronext Lisboa (2,52 euros) e do máximo de sempre, de 3,55 euros por acção, atingido a 30 de Setembro de 2009.
A proposta do clube envolve uma reestruturação financeira em cinco passos.
Em primeiro lugar, o Benfica quer aumentar o capital da SAD em 40 milhões de euros através da permuta de 5.750 acções da Benfica Estádio, equivalentes a 57,5% do capital social.
Depois, o clube propõe a venda de 4,8 milhões acções da SAD à casa-mãe, no valor aproximado de 24 milhões de euros. Este passo é necessário já que o clube não pode deter mais de 40% das acções da SAD de forma directa. Por isso, as acções são transferidas para a Benfica SGPS, detida a 100% pelo clube.
Já numa terceira etapa, o clube das Águias vende o remanescente da Benfica Estádio à SAD. As 4.250 acções da Benfica Estádio (42,5% capital social) são alienadas por 29,3 milhões de euros, a que acrescem prestações acessórias de perto de 28,9 milhões de euros.
O quarto passo proposto pelo clube corresponde à cedência de créditos entre empresas do Grupo. Após esta última etapa, o balanço, de acordo com as contas do clube apresentadas ao regulador do mercado, aponta para uma melhoria do capital próprio, que passa de -12,8 milhões para um valor positivo de 28,2 milhões de euros. No entanto, há um agravamento do passivo em 246,84 milhões de euros.
A última etapa deste processo será a fusão da Benfica Estádio e da SAD, mas esta decisão fica dependente da análise comparativa entre os benefícios gerados e os custos associados.

Tudo isto e muito mais aqui.

Anúncios

Dezembro 10, 2009 - Posted by | Traumático FC | , , , ,

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: